RSS

Arquivo da categoria: Cinema alternativo

Mesas confirmadas na 4ª Semana de Cinema da UFSC

4ª Semana de Cinema UFSC tem o prazer de anunciar as seguintes Mesas de Discussão e seus respectivos convidados:

08/ NOV (Tarde): Preparação de Atores com Laudemir Pereira dos SantosRoberto Edgar Gervitz e        Christian Duurvort.

Mesa redonda “O Ator e o Cinema”
Horário: 14 as 18 hrs
Participantes: Christian Duurvoort, Lau Santos e Roberto Gervitz
Mediadora: Fátima Lima

09/NOV (Tarde): O Limiar da Ficção com Simplício NetoRuy Gardnier.

10/NOV (Tarde): O Filme-ensaio e a Obra de Godard com Ismail Xavier.

11/NOV (Tarde): Transmídia com Mauricius M. Farina, Roberto TietzmannPedro Tourinho.

Todas as mesas ocorrerão no Auditório Henrique Fontes no Bloco B do CCE-UFSC.

 

4ª Semana do Cinema na UFSC

INSCRIÇÕES ABERTAS: MINI-CURSOS

Maquinária
Ministrada por Christopher Guimarães.
Local: Cinesupport.
Data 09/NOV – Terça-feira
Horário: 8 à 12h.
Número de vagas: 8
__

Direção de Atores

Ministrada por Elianne Carpes.
Local: CCE.
Data: 10/NOV – Quarta-feira
Horário: 8 à 12h.
Número de vagas: 20
O treinamento do ator:
– técnicas de relaxamento
– consciência vocal/corporal
– improvisação/jogos cênicos
Ator intérprete x ator criador:
– consciência da palavra + espaço +tempo + interação
Relação diretor-ator:
– texto e ação
– contexto e imagem
– resiliência e resistência
Elianne Carpes: Atriz, preparadora de atores e educadora. Graduada em Letras pela UFSC onde também cumpriu créditos no mestrado em Semiótica e frequentou o Curso Livre de Formação de Atores do Departamento Artístico e Cultura. Na área de teatro atua desde 1988, tendo se dedicado também ao canto-coral, dança e audiovisual. Atua, dirige espetáculos e é um dos nomes mais recorrentes em Florianópolis e região para preparação de atores para filmes.
__
História em Quadrinhos e Cinema
Ministrada por Alexandre Linck.
Local: CCE.
Data: 10/NOV – Quarta-feira
Horário 8 à 12h.
Número de vagas: 30
“O evangelho de um Superman: dos quadrinhos ao cinema, da ficção à política, da salvação à danação”
Em 1938 o surgimento da personagem em quadrinhos Superman abriu portas para toda uma icônica humanidade de super-heróis, atingindo seu ápice com o filme de mesmo nome em 1978, de Richard Donner. Ao mesmo tempo, os paradigmas culturais e políticos que produziram em crescente uma salvação por meio de um evangelho segundo Superman, viram nos anos 1980 e 1990 sua decadência e danação. Pensar da gênese ao apocalipse de um super-herói (tensão mitológica entre herói moderno e suposta superação), sua correspondência enquanto político salvador, pastor de homens (atualização messiânica de Cristo) e uma outra ética, postura (tanto das ficções quanto das políticas), são alguns dos voos a serem alçados.
Alexandre Linck Vargas é bacharel em Comunicação Social – Cinema e Vídeo pela Universidade do Sul de Santa Catarina em 2004. Em 2005 ingressou no Mestrado em Ciências da Linguagem – também na Unisul – concluindo em 2007, com a dissertação “A morte do homem no morcego”, onde cruzou Nietzsche e seus potencializadores com os quadrinhos e cinema do Batman. No momento cursa o Doutorado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é professor do curso de Jornalismo da SATC, Criciúma. Destaque também para o trabalho de roteirista e diretor de cinema nos curtas-metragens OCULTO (2003), RELIGARE (2005) e DEUSES DE MENTIRA (2009). Dentre os calvários que imbuiu a si mesmo, Alexandre busca aproximar mais os quadrinhos para a academia, num movimento semelhante ao cinema décadas antes, quando não passava, para olhares um tanto atrofiados, de uma “arte menor”.
__
MANDE EMAIL COM O NOME DO MINI-CUROS NO ASSUNTO (ex: “preparação de atores”) E NO CORPO DO E-MAIL O NOME COMPLETO, TELEFONE DE CONTATO E NÚMERO DE MATRÍCULA (SE POSSUIR) PARAsemanadecinema2010@gmail.com
__
Obs. O mini-curso de Trilha Sonora é uma parceria da Semana de Cinema com o Núcleo de Produção Digital (NPD), portanto as vagas já foram preenchidas.http://www.npdsc.ufsc.br/
Trilha Sonora
Ministrada por Eduardo Camenietzki.
Local: DAC.
Data: 08, 09 e 10/NOV – De Segunda à Quinta-feira
Horário 8 à 12h.
Primeiro dia – conceituação teórica dos elementos plásticos na linguagem musical e sonora de maneira geral.
Segundo dia –  A evolução das técnicas e as ferramentas para o uso da música e do som em geral nos produtos audiovisuais, em especial o cinema e o vídeo.
Terceiro dia – A evolução da linguagem e da tecnologia para o sincronismo audiovisual, considerando os novos softwares e as novas tendências nas praticas da imagem sonora
Eduardo Camenietzki: É violinista e compositor. Estudou violão clássico com Luiz Antonio Perez e cursou a Escola de Música da UFRJ. Fez cursos de música para cinema com Normand Rogeé, no Canadá, e Peer Raben, na Alemanha. Iniciou sua carreira profissional atuando em duo com o também compositor e violonista Wagner Campos, com quem lançou seu primeiro disco, “Eduardo e Wagner”, em 1983. Participou de outros duos e trios. Atuou como instrumentista contratado da Rede Globo, em 1985 e 1986, tendo participado das trilhas sonoras das minisséries. trabalhou ainda na TV Cultura/SP, no teatro e em documentários históricos. Vem atuando na composição de música de câmera, tendo sido premiado pela Editora Cultura Musical, em São Paulo, com a peça “Improviso e Pós-Lúdio”.

 

 

Mostra Grandes Diretores na UFSC

Mostra Grandes Diretores Manoel de Oliveira

De 27 de abril a 30 de novembro de 2010

Sessões todas as terças-feiras às 12h, seguidas ou antecedidas de eventuais debates.

Local : Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, Praça Santos Dumont, Trindade – Florianópolis/SC

Todos os filmes serão exibidos em DVD, com projetor de alta resolução e tela especialmente instalada para esse fim.

Entrada Gratuita

Mais informações no blog:

http://mostragrandesdiretores.blogspot.com/

 

Programação Fundação BADESC

Dia 26/04 (segunda-feira) – Cinema Francês

19h – O Último dos Loucos (Le Dernier des Fous)

De Laurent Achard, 2006, 96min

É verão e começo das férias. Martin tem onze anos, vive na fazenda de seus pais e observa, desamparado, a desunião de sua família: sua mãe vive enfurnada em seu quarto, seu irmão mais velho, que ele adora, se afoga no álcool, e seu pai é dominado pela avó. O menino assiste a um desastre familiar. Mas Mistigri, seu gato, e Malika, uma amiga marroquina, procuram lhe reconfortar de alguma forma.

Dia 27/04 (terça-feira) – Cinema Italiano

19h – Eu Não Tenho Medo (Io non ho paura)

De Gabriele Salvatores, 2003, 108min

Baseados em fatos reais, que se transformaram num best seller, a mais extraordinária história sobre aventuras, descobertas, amizade e tragédia. Enquanto os adultos conversam a portas fechadas, seis crianças se aventuram pelos campos de trigo desertos com suas bicicletas. Escondido na plantação, Michele de nove anos encontra um segredo tão grave e tão terrível que ele decide não contar a ninguém. Para enfrentá-lo, ele vai precisar do poder de sua imaginação e da coragem que ele ainda não sabe que tem.

Dia 28/04 (quarta-feira) – Sessão Brasil

19h Semivida

De Diego Lara, 2009, 15 min.

Perdido entre a realidade e a ficção, o curta passeia entre o amor e a perda de forma suave, brilhante e simples. Com um roteiro contundente, utiliza os antigos modelos de amor e paixão. Os personagens são o reflexo de uma sociedade onde cada vez mais o isolamento e a solidão moldam as pessoas.

Visite a exposição Tensões por Guido Heuer

Inconformidade com o mundo contemporâneo, com a violência urbana, com o conflito entre nações e com a displicência em relação aos problemas ambientais são questões fortemente discutidas na seqüência de obras da mostra Tensões, de Guido Heuer. A reflexão é da crítica de arte Nadja Lamas, curadora da exposição aberta ao público até 14 de maio.

Informações pelo telefone: (48)3224-8846

 

Cineclube exibe ciclo de comédias italianas

[Lição de Amor – Scusa ma ti chiamo amore.]

Cineclube exibe ciclo de comédias italianas

O que Napoleão Bonaparte, três atores fracassados, uma complicada família italiana, alguns cinquentões brincalhões e uma jovem descolada têm em comum? Todos são personagens de algumas das melhores comédias já produzidas na Itália.

O Cineclube Badesc e o Centro de Cultura Italiana apresentam, neste mês de março, um ciclo de comédias. A estreia será com Meus Caros Amigos, do diretor Mario Monicelli, conhecido como “Rei da Comédia Italiana”, na terça-feira, dia 2. O longa conta a história de quatro amigos fanfarrões de meia-idade que não se cansam de pregar peças e passar trotes.

Os interessados podem comparecer à Fundação Cultural Badesc, no Centro de Florianópolis, para assistir aos filmes, sempre às terças feiras, às 19h. A entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone: (48) 3224-8846.

Dia 02/03

Meus Caros Amigos – Amici Miei.

De Mario Monicelli

Ano: 1975

Tempo: 2h10

Classificação: 14

Conhecido como “O Rei da Comédia Italiana”, o diretor Mario Monicelli dirigiu nos anos 70 esta história sobre velhos amigos de escola. Através do jornalista e narrador Giorgio Perozzi (Philippe Noiret) conheceu o cotidiano de cinco cinqüentões que adoram pregar peças e passar trotes em quem se atreve a passar na frente deles. Pequenas histórias do grupo, que contadas por Perozzi, nos apresenta Lello Mascetti (Ugo Tognazzi), o conde falido; o Doutor Sassaroli (Adolfo Celi), o arquiteto Rambaldo Melandri (Gastone Moschin) e Necchi (Duílio Del Prete).

Dia 09/03

Pergunta-me se estou feliz – Chiedimi se sono felice.

De Aldo Baglio, Giovanni Storti,Giacomo Poretti

Ano: 2000

Tempo: 1h37

Classificação: 14 anos

Três inseparáveis aspirantes a atores e suas desastrosas vidas amorosas. Por enquanto eles estão apenas fazendo “pontas” em produções artísticas: Aldo como um figurante de ópera não confiável, Giacomo como dublador de filmes de baixo orçamento e Giovanni como um mímico nas lojas de departamentos da cidade. O segredo do sucesso do trio? “Queremos nos divertir, a vida é um jogo, e as pessoas podem sentir isso”. E esses três incorrigíveis, tão simples e irresponsáveis, conquistam os corações das audiências por todos os lugares com suas bobagens sem preocupações, alegrando com esse filme descontraído e ainda assim provocante.

Dia 16/03

Lição de Amor – Scusa ma ti chiamo amore.

Dir.: Federico Moccia

Ano: 2008

Tempo: 1h22

Classificação: 14 anos

Niki é uma garota de 17 anos que gosta de curtir a vida ao lado de seus amigos, indo a clubes e festas. Alex é um publicitário de sucesso, de 37 anos, que, após ser abandonado por sua namorada, possui uma vida social restrita aos seus velhos amigos. Em uma movimentada manhã, Niki bate com sua moto no carro de Alessandro e este incidente marca o início de uma virada na vida de ambos.

Dia 23/03

Meu caso com o imperador  – Io e Napoleone.

Dir.: Paolo Virzi

Ano: 2006

Tempo: 1h50

Classificação: 14 anos

Ilha de Elba, 1814. A comunidade local está eufórica. Tudo por que o glorioso Napoleão Bonaparte se exila na ilha logo após abandonar o título de Imperador. Todos os moradores, pessoas simples, vêem a chegada de Napoleão como um presente dos deuses. O professor Martino é o único morador que não está contente com essa história, pois vê como uma ameaça. Por ironia do destino, Napoleão acaba contratando Martino como seu secretário particular e ele fica responsável por escrever as memórias do homem que ele mais odeia.

Dia 30/03

Parente… É Serpente – Parenti Serpenti.

De Mario Monicelli.

Ano: 1996

Tempo: 1h40

Classificação: Livre

Uma família tipicamente italiana se reúne na casa da “nonna” para a ceia de Natal. Separados pela distância e estilos de vida bem diferentes, tudo transcorre em clima de festa, até que as verdadeiras personalidades de cada um dos irmãos vão sendo expostas e minam, aos poucos, o clima festivo. Há, por exemplo, a irmã hipocondríaca e intrometida, a outra é frustrada por não ter filhos e um dos casais tem uma filha adolescente comilona que sonha em ser bailarina. O que resta da fraternidade familiar vai por água abaixo, quando os avôs anunciam que decidiram morar com um dos filhos. A partir daí, começa um autêntico jogo de empurra-empurra, pois ninguém quer arcar com a responsabilidade. O que se segue, é uma comédia hilariante e muito divertida!

Assessoria de Imprensa

Carlos Augusto da Silva
(48) 3224-8846, 9914-2375

Fifo Lima
(48) 4141-2116, 9146-0251

 
 

Curtas catarinenses são lançados em DVD

Dois curtas-metragens que Fabiana Lazzari (membro-fundadora d’OColetivo CIGA-NOS) faz parte do elenco serão lançados nesta quarta-feira, dia 24 de fevereiro, às 19 horas na Fundação BADESC em Florinaópolis, SC e terão distribuição para todo o Brasil.

Premiados pelo Edital Curta Criança, do Ministério da Cultura, os curtas Campeonato de Pescaria, de Luiza Lins e Marco Martins, e O Mistério do Boi de Mamão, de Luiza Lins, rodados em Florianópolis e exibidos na TV Brasil para todo o país, chegam agora ao mercado em DVD. O lançamento ocorre na quarta-feira (24/2), às 19 horas, na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis.

Inspirados na cultura do litoral catarinense, as duas ficções abordam a infância. Segundo Luiza, lançar o DVD é possibilitar que mais crianças possam assistir aos filmes, que retratam a cultura, a geografia, e o sotaque das regiões onde os curtas foram rodados.

Com locações na Praia do Pântano do Sul e na Lagoa da Conceição, Campeonato de Pescaria mostra a realidade das crianças nativas, que brincam na rua, pescam e se divertem em meio à natureza. O filme narra uma aventura que acontece no litoral catarinense, quando a comunidade organiza um torneio de pesca para que as crianças se divirtam durante as férias.

Lançado em 2009, o filme foi realizado pela Lume Produções Culturais,empresa produtora da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, em  parceria com outras produtoras, como Orbital Filmes e Mídia Effects.

O Mistério do Boi de Mamão, lançado em 2006, foi rodado na Lagoa da Conceição. Inspirado no folclore do Boi de Mamão, uma brincadeira popular que acontece no litoral catarinense, o filme conta a história do menino Deni, torcedor do Avaí, que vive uma grande aventura ao tentar descobrir o sumiço do boneco do Boi de Mamão. A realização é da Lume Produções Culturais.

Distribuição para todo o Brasil

Os dois filmes, reunidos em um DVD duplo, serão vendidos em livrarias de Florianópolis e também no site: www.faganello.com por R$ 12,00. Comprando pelo site, o consumidor recebe em casa em qualquer lugar do Brasil sem custo adicional.

Com isto, um dos sérios problemas do cinema independente do Brasil que é a distribuição, começa a ser enfrentado com bons resultados em Santa Catarina. A distribuidora virtual da Faganello Comunicações, em poucos meses de atividade, já conta com cinco títulos à disposição do público, e a partir desta semana passa a distribuir também Campeonato de Pescaria e O Mistério do Boi de Mamão.

O objetivo é buscar uma alternativa focada no potencial de filmes de qualidade e numa demanda por obras independentes que existe em todo o Brasil. O projeto da distribuidora é atender ao público que procura por obras pouco exibidas no cinema ou na televisão.

O QUÊ: Lançamento dos DVD duplo comos curtas Campeonato de Pescaria, de Luiza Lins e Marco Martins e O Mistério do Boi de Mamão, de Luiza Lins. QUANDO: Quarta-feira (24/2), às 19 horas. ONDE: Fundação Cultural  Badesc. Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, fone (48) 3224-8846. QUANTO: Entrada gratuita. O preço do DVD com os dois filmes é R$ 12,00.

CONTATO

Diretores dos filmes

Luiza Lins

(48) 9980-6908, 3232-5996,

Marco Martins

(48) 9114-2236, 3204-7557

Assessoria de imprensa

FIFO LIMA press

(48) 9146-0251, 4141-2116

[Fabiana Lazzari em “O Mistério do Boi de Mamão”]

[Fabiana Lazzari e Jack Moa em “Campeonato de Pescaria]

 

Cinema na Praça!

Câmera Olho Filmes apresenta: